Seja bem vindo ao meu espaço :)




terça-feira, 6 de outubro de 2009

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER O JOGO



O futebol pertence a um grupo de modalidades com características próprias denominadas de jogos desportivos colectivos (jdc).
Se observarmos um jogo de futebol de rua minimamente organizado entre miúdos vamos ao fim de algum tempo identificar os atletas de cada equipa porque o jogo resulta da cooperação/oposição que para ser eficaz, ou seja criar situações ofensivas e defensivas, obriga a que exista dos jogadores atitudes condizentes com as diversas situações de jogo.
O primeiro problema do jogo é de ordem táctica, o atleta tem que saber o que fazer para resolver a situação que se depara perante ele, tal exige que o atleta tenha uma boa capacidade de decisão, o que só acontece, se o atleta conhecer bem o jogo utilizando então a questão técnica para materializar a acção.
O aspecto mais importante do jogo é o conhecimento dos princípios fundamentais e gerais do jogo e das suas três fases.
Na formação é importante a aprendizagem destes itens, é aliás obrigatória para o desenvolvimento do atleta na sua preparação para o futuro e de certeza que o atleta que conheça estes princípios de jogo será um atleta melhor preparado quando chegar a sénior, será um atleta que terá melhor poder de decisão e interpretará o jogo de forma diferente que trará mais rendimento á equipa.
Um simples aquecimento, muitas vezes desperdiçando tempo em corridas em voltas do campo, pode e deve englobar exercícios que contemplem os princípios fundamentais e gerais do jogo, sendo essa unidade de treino feito de forma progressiva com os objectivos pretendidos incluídos.

«UM ATLETA BEM PREPARADO, SERÁ UM ATLETA COM MAIORES CAPACIDADES»



10 comentários:

Anónimo disse...

João boa noite!
desculpe questiona-lo mas quando fala conhecer o jogo, consiste em que? que tipo de fases fala? ofensiva, defensiva?
obrigado se puder responder

Luis Antonio

Ricardo disse...

Mas esse conhecimento do jogo que fala quando se chega a senior não deveria jé existir?

Joao Prates disse...

Caro Luis o jogo tem dois momentos, com bola e sem ela, e nesses momentos é importante saber e ter definido o que fazemos, quantos as fases que falei são 3, fase 1 de finalização quem ataca e de impedir quem defende, na fase 2 é criar situações de finalização ou sem bola impedir essa situação, na fase 3 é a construção das acções ofensivas e sem bola o contrário.
Quando digo conhecer o jogo é tambem conhecer cada principio de jogo de modo a utiliza-lo dentro de campo para beneficiar a equipa.
abraço

Joao Prates disse...

Boas Ricardo!
Sim, já devia existir mas tem a ver com o que se trabalhou para tras na formaçao e sabemos que apesar de tudo a nivel de formaçao continua-se ainda a trabalhar na base do desenrrasca e trabalha-se tudo menos o que é essencial, e é muito importante pois estamos a falar dos futuros jogadores.
abraço

Carlos Rodrigues disse...

Entrando um pouco nesta discusão em mais um bom texto e escrito de forma simples, penso que a diferença entre o jogar bem e o pontapé para a frente está no conhecer o jogo, e vimos isso muito na distrital e até em divisões nacionais, quando não se conhece os seus principios muitas vezes nem em campo sabemos estar.
O trabalhar bem na formaçao é essencial, preparar os miudos de amanha e tenho que concordar com o João, existe treinos de formaçao que são uma aberridade, o interesse devia ser o desenvolvimento do atleta em todas as sua capacidades, a fisica ele adquire normalmente mas o que assistimos é a um puro treino fisico e depois quando chegam a seniores...é o que se vê, cabe muito aos dirigentes pensarem nisto e reflectir!
abraço a todos

Anónimo disse...

Obrigado João pela resposta, contudo para mim não é facil essas fases, a verdade é que gosto muito de futebol e assisto aos treinos da minha equipa mas não vejo essa forma de treinar, pode-me elucidar mais para o que sao essas fases atraves de um exercicio por exemplo?
desculpa estar a fazer perde-lo o seu tempo mas é bom e vantajoso entrar em conversa ainda por cima quando não tem problemas nenhuns em responder!
obrigado e abraço

Luis Antonio

Joao Prates disse...

Caro Luis para mim é um prazer e foi para isto que fiz este blog, trocar conversa e opiniões e hoje atraves dele fiz tambem novas amizades.

Quanto as fases, bem..vou tentar deixar-lhe uma ideia, exercicio da fase 1 poderá ser avançado ou dois avançados a finalizar perante o guarda redes e confesso-lhe que não gosto porque considero que todo o exercicio que é feito sem oposição é demasiado facil para que o realiza e que não acontece no jogo, na fase 2 pode ser uma situação de 3 avançados para dois defesas para criar situaçao de finalização, na fase 3 ja poderá ser por exemplo 5x5 mais 2 guarda redes, o importante será saber e utlizar sempre os principios de jogo.
espero que tenha ficado mais esclarecido.
abraço

MP disse...

Lendo este blog e alguns artigos que o gestor escreve e ler aqui as opiniões de pessoas como o carlos Guerreiro, o Carlos Rodrigues e outros que aqui vem dar a sua opinião faz-me pensar o que se trabalha no meu clube, o Luso Morense, não sendo um catedrático do futebol vejo que nada disto se treina no meu clube e é claro que não existe uma linha orientadora no clube!
Enquanto a maioria dos clubes aposta em pessoas crediveis e com conhecimento de futebol para orientar os seus clubes aqui passas-se precisamente o contrário, agora que o clube tem condições impares para o desenvolvimento assistimos a um processo de retroção ao nivel da formaçao, não existe juniores, os juvenis tem um treinador...enfim..jogou...mas treinar não é vida militar e correrias como assisti, segundo alguns que aqui escrevem a parte fisica na formaçao não interessa ou será de uma importançia menor, eu pergunto ao gestor do blog e a algumas pessoas que escrevem aqui com regularidade quais sao os interesses principais da formaçao, desde as escolinhas até aos seniores!
se me puderem responder claro e já agora ao João que está ligado ao sporting, qual e metodologia que se usa no sporting e se poderia ser aplicada em clubes de menor dimensão!
abraço a todos

Joao Prates disse...

Boas caro MP
Quanto ao que me pergunta não posso falar sobre a metodologia do Sporting, quanto ao ser aplicada em clubes de menores dimensão, claro que sim, para treinar basta atletas, bolas, condições e treinadores, nada é uma receita certa mas é possivel trabalhar-se com qualidade.
A formaçao é mesmo isso, formar, principalmente homens porque nem todos serão atletas de alta competição mas dar-lhe as bases necessarias para poder tambem como atleta atingir um bom nivel pelo menos ao cohecimento do jogo.
Abraço

Carlos Rodrigues disse...

Caro MP da minha parte agradeço o facto de achar que os meus comentários sao uma mais valia.
Na minha opinião a formaçao tal como o João diz serve para formar, ensinar aos miudos os principios do futebol pois enquanto atletas a sua formaçao agora será o reflexo no futuro,não criar falsas expectativas porque existe outras opções de vida e nem todos serã profissionais!
Quanto ao trabalho fisico, é sempre usado mas integrado no treino e nunca deve ser essa a preocupaçao de quem treina formaçao.
Mais uma vez obrigado