SEJA BEM VINDO AO MEU ESPAÇO

Este blogue é derivado a paixão que tenho pelo futebol e tudo o que o envolve!sendo eu treinador achei por bem criar um espaço onde posso comentar o futebol nacional,distrital,métodos de treino,questões tácticas e trocar opiniões com treinadores, jogadores e amantes do futebol.Espero que seja um espaço do vosso agrado e todos juntos possamos debater futebol e questões que o rodeiam enriquecendo assim o nosso conhecimento.



terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

O TREINO DE RECUPERAÇÃO

Este é um dos muitos aspectos de extrema importância no trabalho semanal de uma equipa, como tal deve-se ter em atenção a sua planificação.
Quando fazer? em que dia? em que situação?
Existem diversos tipos de recuperação, a recuperação após jogo, das cargas de treino semanais, dos exercícios durante os treinos, tudo isto no aspecto físico, mas também existe o aspecto mental, a sua fadiga. Falo do após jogo,
como tal a preparação do microciclo deve ser bem preparada e equilibrada nos seus aspectos técnicos, físicos, tácticos e psicológicos.
No meu microciclo, o trabalho de recuperação activa está incluído na terça-feira, 48h após o jogo, em termos físicos, não será o mais correcto, a segunda-feira é o dia mais correcto, mas e o aspecto mental? não é esse bem estar que nos levas a ter uma predespozição maior para treinar?
A minha opção por fazer o treino incidido na recuperação activa a terça-feira tem a ver com a parte mental!alguns aspecto merecem-me interrogações, em clubes de segundas e terceiras divisões em que a maioria dos atletas está longe da família, não será mais benéfico a seguir ao jogo seguir para junto dela? seria benéfico em termos mentais o atleta, nalguns casos fazer uma longa viagem para fazer um treino que a maioria considera chato logo após o jogo? está o atleta disponível mentalmente para falar do jogo? na minha opinião não, dai preferir a terça-feira, a fadiga mental do jogo já foi ultrapassada, a capacidade de raciocínio é maior, e a disponibilidade para o treino também é diferente e poderá ser aproveitado de forma diferente.
Na maioria dos desportos colectivos encontramos grupos heterogéneos e o futebol não foge à regra. Temos atletas de várias idades, aptidão física diferente, posições de campo que exigem treinos diferentes, tempo de recuperação diferentes, enfim, necessidade de treino individualizados em certos momentos, respeitar o potencial fisiológico de cada um é importante para que os excessos não ocorram e para que o jogador chegue ao domingo na sua plenitude.

4 comentários:

Anónimo disse...

Boas joão!
nalgumas coisas concordo contigo, noutras não, se perguntares a alguem licenciado em educação fisica todos eles te vão dizer da importancia da recuperação ser feita logo a seguir ao jogo, a parte fisica e primordial no futebol, sem ela não consegues nada, logo esse treino esta mal elaborado e aconselha-te com quem sabe de educação fisica.
abraço

Carlos Rodrigues disse...

Boas João!
Concordo inteiramente contigo contudo depende sempre do contexto em que treinas, no caso das divisões que falas concordo contigo, ja a nivel profissional as coisas terao que ser diferentes ou entao em distritais ainda mais!
abraço

Joao Prates disse...

Caro anonimo, é a sua opinião! respeito! abraço

Tiago Santos disse...

João provávelmente, não deverias chamar ao teu treino de terça feira recuperação activa, após 24 horas de pausa existem alguns aspectos que podes começar a trabalhar, neste capitulo a intensidade adequada não é a intensidade de um treino de recuperação porque a pausa na segunda feira, em termos fisiológicos, já obtiveste o efeito "repouso".
Contudo, o modo como pensas o aspecto emocional é no meu ponto de vista ajustado. A cabeça comanda, se emocionalmente não está bem, tudo está mal, também o físico. Saudações desportivas